quinta-feira, 14 de maio de 2009

O vice-presidente e a lição da semana

José de Alencar: sorriso e sabedoria
Eu nunca havia reparado em José Alencar, nosso vice-presidente. Sequer havia me interessado por quem é ele ou qual a sua história pessoal. Entretanto, no último dia 13, suas palavras me surpreenderam.

Há 12 anos José de Alencar luta contra o câncer. Em Janeiro deste ano, o vice-presidente passou por uma cirurgia complexa, cuja duração foi de 18 horas, para a retirada de um tumor maligno no intestino. Neste momento, o vice-presidente não demonstrou nenhum sinal de fraqueza; ele encarou com coragem a doença. Na última quarta-feira, com a mesma serenidade demonstrada anteriormente, José de Alencar comentou o resultado de novos exames que comprovam existência de mais 18 focos do câncer em seu abdômen.

“A vida tem obstáculos. A gente tem que ter serenidade. Lutar sem desespero. Vou lutar para enfrentar a situação da melhor maneira possível. A minha vida, como a de todos, está nas mãos de Deus. Não adianta pensar diferente. A morte é um fenômeno da vida. Todos que nascem vão morrer um dia. Eu também. Quando, eu não sei”, disse José de Alencar, com serenidade estampada no rosto.

“Lutar sem desespero”. Essa frase marcou minha memória. Quantas vezes em nosso cotidiano nós nos entregamos a batalhas irracionais e nos desesperamos loucamente por banalidades? Desesperamo-nos pelo trabalho que deve ser entregue amanhã e ainda não está pronto, pelo atraso em determinado evento, pelo erro de alguém... O vice-presidente, por sua vez, luta pela vida (literalmente!), e não se desespera.

Menos pelo seu cargo, mais pela sua sabedoria. É assim que lembrarei de José de Alencar.
Belo exemplo!